27.10.08

ha limites para a arte, néam?


com o objetivo de questionar, a 28 bienal de sao paulo, acaba 'sendo questionada'.

ivo mesquita e ana paula cohen, os curadores do evento, estavam prontos para "expor"(?) o segundo andar VAZIO.

[isso ja estava dando o que falar entre alguns artistas e em materias jornalisticas... ninguem sabia porque, em uma bienal internacional, seria importante um espaco vago, sem artes.]

seria isso A arte?

bem, segundo os curadoes, era EXATAMENTE isso, a arte da reflexao!
afirmaram que existia uma certa revolta por falta de verba e este seria o local ideal para a indagacao.

dai que antes mesmo de ser aberta ao publico, a ARTE VAZIA recebe visitas.

caveiras, borboletas, dentes e outros desenhos em forma de stickers foram colados( e escondidos sob folhas brancas) nos pilares do segundo andar.

esta acao tambem foi "taxada" como arte. sera?

ainda nao contentes com o andar da reflexao, agora "habitado" por caveiras, dentes e afins, um grupo de 40 jovens invadiu o pavilhao da bienal e picharam pilares, paredes e corrimoes do segundo andar.

AQUELE, da reflexao, dos stickers escondidos sob as folhas brancas e agora, das pichacoes. ou arte?

apesar do aplauso de alguns presentes, os portoes da bienal foram fechados, o que nao impediu que os artistas-pichadores-maloqueiros(como preferirem!) quebrassem a janela e escapassem, deixando apenas uma garota para tras, que foi levada para a delegacia.

a proposta de deixar o segundo andar vazio intrigou MESMO certas pessoas.

meus amigos que sao artistas e/ou revolucionarios que me perdoem, mas seria este o melhor jeito de expressao? seria a destruicao do patrimonio publico a nova arte?

*******************

mas tambem, ate onde a nossa arte eh 'guardada' e valorizada?

o melhor? eles ja estavam preparados para combater o vandalismo. ah, ainda bem!

*******************

aos interessados, a 28ª Bienal de São Paulo, que esta sendo realizada no pavilhao da bienal, no ibirapuera, ira ate o dia 6 de dezembro.

porem agora, os visitantes passarao por uma revista e terao que deixar mochilas na entrada no evento.

isso porque, com mais uma 'intervencao artistica' no andar da reflexao, das caveiras, dentes e pichacoes... vira BRASIL!

Um comentário:

Carol disse...

Amore, fiquei indignada com esses vandlao,s mas tb não vi a reportagem dessa invasão tão aprofundadamente. Eu adorei o espaço vazio para reflexão; numa cidade como São paulo que as pessoas vivem uam em cima da outra, mta gente, barulho, engarrfamneto. um espaço todo vazio dá a refelxão do espaço, do campo da liberdade. Como no Brasil as pessoas não tem respeito quase q nenhum por arte, vira vandalismo.
Bjos
=)