13.12.08

tao perto, tao longe. tao longe, tao perto.

um dia voce esta la NAQUELA fila, no onibus, em uma loja(...) sozinha, pensando na vida e de repente alguem aparece e puxa um papo.

ja parou para pensar quantas vezes isso ja aconteceu com voce? comigo, incontaveis.
ja tentaram me converter a outa religiao; ja me contaram historias dos filhos, netos, sobrinhos e tiraram fotos das carteiras para ilustrar; ja me contaram como foram pobres e conseguiram vencer na vida e ja me falaram o contrario: como foram ricos e perderam tudo; ja se aproximaram para elogiar minha roupa ou avisar que a etiqueta estava para fora; ja vieram me perguntar se eu era 'fulana ou ate cicrana'; ja me contaram que era o dia de seu aniversario, soh para 'ganhar' parabens; ja me contaram que estavam indo se despedir de alguem, indo para o primeiro dia de aula, do trabalho, para um encontro; ja me falaram que meu rosto 'nao era estranho'; ja perguntaram se eu tinha parentes egipcios(?); ja me deram o nome e o telefone em um pedaco de papel; ja me perguntaram o caminho e se poderia 'seguir em frente' comigo; ja questionaram sobre o assunto do livro que eu lia; ja me olharam torto, ja sorriram, ja cuspiram em mim(!?); muitos elogiaram e outros tanto crucificaram.

qualquer papo, qualquer bobeira. pode ser aquele bem comum: " o tempo mudou, neh?", aquele bem banal: "gente, esta fila durara ate amanha!", uma tentativa de conquista(ou nao!): " nossa, seus olhos sao lindos!", pode ser tambem uma timida aproximacao, que comeca com " sera que voce poderia guardar o meu lugar na fila?" e acaba com horas e horas de conversas; contando por que teve que sair da fila, por que precisaria estar no comeco da mesma, por que casou, por que divorciou, quantos filhos teve, religiao, time, politica e pronto: voce conhece mais aquela pessoa do que seus proprios pais.

voce nunca soube como eles se conheceram, como foi o pedido de casamento, porque casaram, por que resolveram continuar juntos 'na jornada' ou porque optaram pela separacao. ta, voce nunca perguntou. mas tambem, eles nunca quiseram contar.

voce sabe dos segredos mais profundos de alguem que acabou de conhecer e nao sabe qual a cor favorita do seu irmao, a comida preferida da sua mae. mas tambem, eles nunca falaram...

ou ate falaram, para um estranho.

3 comentários:

Carol disse...

Complicada essa nossa vida!
Somos pegos desprevenidos pela supresa!
Bjos
=)

Anônimo disse...

vc cheirou cola?
rs...rs

mari disse...

HAHAHAHAHA

ai bola, voce eh demais!